INSCREVA-SE NO CANAL

Não há dúvidas que quando pensamos nas empresas no Japão, vem a nossa cabeça uma imagem bem rigorosa.

Empresas multinacionais são reconhecidas por manter o mesmo alinhamentos em todas as suas plantas, independente do país onde elas produzem.

As vezes, algumas normas ou proibições, referentes a composição do uniforme dos funcionários podem acabar extrapolando limites e ferindo certo grupo de pessoas.

No Japão, algumas empresas colocaram regras duras para suas funcionárias.

A situação delicada de ser mulher no Japão

Se você é homem, pode achar que as mulheres não sofrem com algumas restrições, mas elas são as mais afetas dentro do Japão, quase sempre.

A Rede de Lojas de Departamento Daimaru, por exemplo, atendendo a uma solicitação das suas funcionárias, acabou impondo uma regra dura e vexatória: crachás menstruais.

Funcionárias que estivessem no período menstrual passaram a usar um crachá, apelidado de “Miss Period”.

A ideia era dar as funcionárias mais liberdade quanto a horários de intervalos maiores, menos cobranças e pressão para quem estivesse menstruada.

O problema óbvio foi rechaçado pela opinião pública japonesa. A exposição de algo tão íntimo trouxe mais vergonha do que alívio as funcionárias. O assunto é tratado como tabu no Japão até os dias de hoje.

Outras empresas proíbem, principalmente sejas funcionárias de usarem óculos durante o expediente.

Companhias aéreas alegam que há risco a segurança para quem usa óculos. Lojas de produtos de beleza no entanto, dizem que os óculos escondem as maquiagens de suas vendedoras.

A professora da universidade de Quioto, Kumiko Nemoto, se pronunciou sobre esses assunto dizendo que as pessoas no Japão estão reagindo com mais indignação a “práticas ultrapassadas”.

“As razões pelas quais as mulheres não devem usar óculos realmente não fazem sentido. É tudo sobre gênero. Isso é bastante discriminatório”, diz ela.

Segundo Nemoto, essa “proibição” reflete um “pensamento japonês antigo e conservador”.

Você Desbravadora, já se sentiu sendo obrigado a passar por experiências assim? Deixe seu comentário!

Veja também Ceia de Natal no Japão

Proibições das empresas no Japão

Trabalho |

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>